ATENDIMENTO HORÁRIO COMERCIAL

(81) 3877-1001 / 81 98863-0167

Quer enviar lances Online? CADASTRE-SE

Dúvidas

  1. Como faço para contratar o Leiloeiro para vender os bens da minha empresa ou do meu processo judicial?
  2.  Primeiramente, solicitamos que nos encaminhe um email informando a relação dos bens a serem leiloados, os valores de venda pretendidos e os dados da empresa (acompanhado de sua respectiva documentação). Em seguida, entraremos em contato e encaminharemos uma proposta comercial; Caso o(s) bem(ns) que pretenda leiloar seja oriundo de um processo judicial, informe-nos o nº do processo e a vara para que possamos realizar uma análise e encaminhar a petição de requerimento de nomeação do leiloeiro dirigido ao magistrado (disponível para download na seção INDIQUE-NOS).

    Topo
  3. O que é um lance condicional?
  4.  "Lance Condicional" é o termo utilizado quando o maior lance ofertado por um bem leiloado não atinge o valor mínimo de venda exigido por seu vendedor.

    Topo
  5. Posso vistoriar os bens antes de dar lances?
  6. Sim, porém, é importante é ler o edital do leilão para saber os dias da visitação. Em caso de leilão judicial e se o bem estiver de posse de terceiro, é necessário solicitar autorização a vara competente.  

    Topo
  7. Quanto é o valor da comissão do leiloeiro?
  8. A comissão do leiloeiro é de 5% sobre o valor da arrematação.

    Topo
  9. Quais são as vantagens do leilão?
  10. Para o comprador a principal vantagem é que os bens arrematados em leilão possuem valores bem mais atrativos do que os praticados no mercado. Para o vendedor, é vantajoso por obter as melhores ofertas do mercado em função do trabalho de divulgação realizado pelo leiloeiro. Além disso, o leilão permite a realização de bons negócios de maneira clara e acessível a vários tipos de públicos
    Topo
  11. Quais são os principais cuidados que se deve ter para participar de um leilão?
  12. As dicas mais importantes são: 

    1) Ler atentamente o Edital do Leilão. Caso tenha dúvidas, anote e consulte sempre o leiloeiro. 

    2) Procure examinar o bem com cuidado para se assegurar daquilo que está comprando;

    4) Procure se informar a respeito da documentação necessária para realizar a transferência da propriedade do bem arrematado;  

    3) Se o bem do seu interesse for de um leilão judicial, procure analisar a situação do processo para dirimir todas as dúvidas.

    4) Procure se planejar financeiramente para o pagamento do lote, pos uma vez arrematado não há possibilidade de desistência.

    Topo
  13. O que é necessário para participar de um leilão?
  14. O leilão é público para qualquer pessoa maior de idade e civilmente capaz. Contudo, para participar é necessário que o interessado se cadastre presencialmente ou através do site do leiloeiro e apresente seus documentos de identificação. Além disso, todo leilão, em regra, exige a apresentação de uma caução que servirá como garantia da arrematação que normalmente corresponde à 20% do valor do lance + 5% da comissao do leiloeiro. Em leilões extrajudiciais costuma-se exigir a apresentação de um cheque proprio do arrematante e em leiloes judiciais o pagamento através de guia judicial de depósito.

    Topo
  15. Como faço para participar dos leilões de veículos realizados em parceria com a AREA LEILÕES?
  16. Para participar presencialmente, basta apresentar no ato da arrematação um cheque próprio e comprovante de identificação. Para participar enviando lances eletrônicos, é necessário se cadastrar no site a seguir: http://www.vizeuonline.com.br/cadastro

    Para mais informações, acesse o Edital de Normas Gerais disponível no link a seguir: http://www.vizeuonline.com.br/userfiles/docs/leilao/Normas_gerais_-_Recife-PE1.pdf 

     

    Topo
  17. Qual é a diferença de um leilão judicial e extrajudicial?
  18. Partindo da propria terminologia, o que difere é que o leilão judicial segue as regras previstas nos códigos de processo, o que significa que o arrematante só poderá receber o bem após a correta aplicação de todos os atos processuais atinentes à hasta pública. Esses procedimentos estão contidos no edital do leilão e são esclarecidos aos arrematantes antes da abertura do pregão.

    No caso do leilão extrajudicial, o bem será entregue imediatamente ao arrematante tão logo seja comprovado o pagamento do valor da arrematação e da comissão do leiloeiro.

     

    Topo
  19. É seguro arrematar em leilão judicial? Corro o risco de perder meu dinheiro em caso de cancelamento da arrematação por determinação judicial?
  20. O leilão judicial é extramente seguro. Em caso de arrematação por determinação judicial, o valor da arrematação e da comissão serão devolvidos integralmente e devidamente corrigidos.

    Topo
  21. O que significa INCREMENTO?
  22. Incremento nada mais é do que o intervalo mínimo que o usuário pode oferecer seu lance eletronicamente numa disputa de um lote em pregão. Por exemplo: Se um lote teve como último lance registrado R$ 1000,00 e o incremento for R$ 200,00, você só pode oferecer como menor lance R$ 1.200,00.

    Topo
  23. O que é um Lote?
  24.  Lote é um conjunto formado de um ou mais bens que serão leiloados. 

    Topo
  25. Pra que serve o Edital do leilão?
  26.  O Edital é conjunto de regras que regulamenta o leilão. É fundamental que o interessado leia atentamente o Edital antes de participar do leilão

    Topo
  27. Qual é a garantia de um bem arrematado em leilão?
  28. Em regra, os bens serao vendidos no estado em conservação em que sem encontram, sem garantia. Portanto, procure se informar a respeito da visitação dos bens e examine bem o produto antes de ofertar lances durante o leilão.

    Topo